Notícias

Voltar

Colheita do milho avança com boa produtividade na região da Cocamar

06.07.2017

A colheita da safra de milho avança nos estados onde a Cocamar está presente com unidades operacionais – Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. Em Ivatuba (PR), perto de Maringá, a produtividade média é de 265 sacas por alqueire, volume 5% superior ao previsto inicialmente pela cooperativa, para o município. No início da safra os números foram ainda melhores. Houve agricultor que produziu até 350 sacas/alqueire em alguns talhões. Este resultado se deve ao clima, que contribuiu para o bom desenvolvimento das lavouras e também aos investimentos efetuados pelos produtores em tecnologias mais modernas.

MAIS SECO - O cooperado Clésio Gava, que terminou a colheita em 8,5 alqueires, está entre eles. “Fiz a média de 303 sacas por alqueire”, revela. E devido à previsão de clima estável, sem chuvas nos próximos dias, o gerente de produção da Cocamar [unidades de Ivatuba e Doutor Camargo], Carlos Eduardo Bortot, observa que os cooperados estão colhendo o milho um pouco mais seco que em anos anteriores. “Tanto a produtividade, quanto a colheita estão excelentes nesta safra. Os produtores fizeram os tratos culturais conforme as orientações técnicas e, o principal, o clima favoreceu”, comenta. Até o momento, 40% das áreas de Ivatuba já foram colhidas.

TARDIA - Na região de Londrina (PR) a safra é um pouco mais atrasada. Em Serrinha, por exemplo, apenas uma área foi colhida e cerca de 60% das propriedades foram cultivadas, ali, com milho, sendo o restante com trigo ou pousio. A produtividade foi de 260 sacas por alqueire.

NO INÍCIO - Em Nova Andradina (MS) os produtores estão iniciando a colheita nesta semana, com projeção de produtividade entre 200 e 220 sacas por alqueire. O gerente da unidade local, João Carlos de Souza, cita que no Mato Grosso do Sul, diferente do Paraná, os agricultores colhem o milho um pouco mais seco. “É que aqui tudo é muito longe, então para não ter gastos maiores com fretes, eles esperam um pouco mais”, explica.