Notícias

Voltar

Cocamar projeta alta industrialização de soja

25.07.2017

A cooperativa estima industrializar um milhão de toneladas de soja

Com previsão de totalizar o histórico recebimento de soja de 1,360 milhão de toneladas neste ano, a Cocamar trabalha também com a estimativa de efetuar a moagem de um milhão de toneladas do grão em seu parque industrial, em Maringá, quantidade igualmente recorde. No ano passado, foram 852,9 mil toneladas.

À PLENA CARGA - O gerente industrial Valdemar Cremoneis comenta que a indústria de óleos da cooperativa, estruturada para processar 3,2 mil toneladas/dia, opera a plena capacidade. O crescimento da produção irá impactar diretamente nos números do refino e no envase de óleos, respectivamente de 139,9 mil toneladas e de 6,8 milhões de caixas (unidades de 900 ml cada), em 2016. O óleo de soja que leva a marca da cooperativa está entre os dez mais vendidos nos pontos de varejo do país. De acordo com Cremoneis, 76% da matéria prima são transformados em farelo e 19% em óleo. O farelo é o principal item de exportação da Cocamar.

COOPERADOS - Nas recentes reuniões mantidas pela diretoria e superintendências com os produtores associados, em seus municípios, para uma prestação de contas do primeiro semestre, foi mencionado que, em 2017, a Cocamar recebeu a maior quantidade de soja entregue pelos cooperados: 1,178 milhão de toneladas. Para atender a demanda industrial, no entanto, será necessário fazer uma aquisição adicional, junto a terceiros, até o final do ano, de 56 mil toneladas. Em 2016, problemas climáticos afetaram a produtividade das lavouras e o recebimento total foi de 1.063 milhão de toneladas.

REGIÃO - A Cocamar mantém estruturas operacionais para o recebimento de soja nas regiões noroeste e norte do Paraná, oeste de São Paulo e sudoeste do Mato Grosso do Sul.