Notícias

Voltar

Safratec reuniu mais de 5 mil pessoas

29.01.2018

“O sistema de produção está mudando rapidamente e uma das atribuições da cooperativa é ajudar o cooperado, transferindo a ele novos conhecimentos e tecnologias”. Com esta frase, dita no pronunciamento que abriu oficialmente o Safratec 2018 na Unidade de Difusão Tecnológica (UDT) da cooperativa em Floresta, região de Maringá, o presidente da Cocamar, Divanir Higino, resumiu a importância do evento para os produtores.

De acordo com Higino, “a cooperativa trabalha no sentido de buscar soluções que ofereçam mais rentabilidade aos seus cooperados”. Para isso, ressaltou, são organizadas centenas de realizações técnicas ao longo do ano, com destaque para o Safratec, principal mostra tecnológica do agronegócio regional. “Aqui estão as soluções mais indicadas, apresentadas por nossos técnicos e profissionais de empresas e instituições parceiras”, pontuou, citando como exemplo a irrigação pelo sistema de pivô central, uma das novidades da edição 2018. “Com a irrigação, se traz mais segurança aos produtores do arenito e se pode pensar na terceira safra no basalto”, concluiu.

HOMENAGEM - Pesquisadores da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Soja), Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Universidade Estadual de Maringá (UEM), que desenvolvem trabalhos em conjunto com a Cocamar, foram homenageados na abertura.

PÚBLICO - Mais de 5 mil pessoas estiveram nos dois de SafraTec, evento aberto ao público, conhecendo inúmeras novidades para a agricultura e a pecuária, apresentadas em um espaço de 500 mil metros quadrados, ao lado da rodovia PR-317 entre Maringá e Floresta.

PAPEL - O ex-secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Antonio Poloni, atualmente ligado ao Sistema Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), foi uma das lideranças que prestigiaram o evento na quarta-feira. Segundo Poloni, “com realizações como o SafraTec, a Cocamar cumpre de forma destacada o papel de contribuir para o desenvolvimento econômico dos seus associados”.

ELOGIOS - O produtor Francisco Simeone, de Primeiro de Maio, disse que esteve na feira interessado em conhecer novos materiais de soja e comentou ter gostado, também, de visitar o Espaço Inovação: “É um aprendizado novo a cada visita”. Para a produtora Cecília Falavigna, o SafraTec revela que há um enorme potencial a ser explorado, tanto em produtividade, quanto na racionalização de custos. Na visão dela, “é um privilégio ter tantas informações disponíveis em um evento dessa natureza”.