Notícias

Voltar

Cocamar apoia a Fashion Revolution Week

04.05.2018

Fabricante de fios cuja matéria prima é a fibra de poliéster obtida da reciclagem de embalagens plásticas (PET), recolhidas nos centros urbanos por catadores de rua, a Cocamar foi uma das participantes da Fashion Revolution Week, movimento internacional surgido após o desabamento do edifício Rana Plaza, que abrigava confecções de roupas em Bangladesh, no dia 24 de abril de 2013, deixando milhares de mortos e feridos. Presente em 92 países, a iniciativa mobilizou também empresas brasileiras no período de 24 a 30 de abril.

O MOVIMENTO - A cooperativa foi patrocinadora da Fashion Revolution Week, evento promovido em Maringá (PR) pelo curso de Moda da UNIFAMMA, em que, entre as atividades, houve desfile de roupas produzidas com os seus fios sustentáveis. O objetivo da realização é despertar nos segmentos envolvidos a necessidade de investirem em um futuro mais sustentável, com transparência na indústria e nos negócios, de maneira a combater a mão de obra análoga à escrava. A proposta visa, também, desenvolver ações mobilizadoras, incentivando consumidores a questionarem suas marcas favoritas, para saber como são produzidas. Em resumo, é a busca por moda consciente, sustentável, comércio justo e cadeia produtiva limpa.

GIOBBI - Com cidadania ítalo-brasileira, a designer de moda Francesca Giobbi, formada no Instituto Europeu di Design, pesquisou amplamente o mercado e descobriu que grifes luxuosas produzem calçados na Índia em condições de trabalho desumanas. “A bordadeira destas marcas ganhava dois dólares por dia. Quando me deparei com esta situação, percebi que não fazia mais sentido trabalhar na moda. Não fazia mais sentido a competitividade desleal em toda a cadeia produtiva, desde o início da produção, em que mulheres são pagas de forma incorreta, até estilistas que copiam os grandes. Desta forma, eles desvalorizam o trabalho e quando você entra em briga de preço, o mercado vira uma feira de banana”, observa Giobbi, que é fundadora do Instituto Fashion for Better.

MARINGÁ - Ao conhecer o evento, a Cocamar prontificou-se a apoiá-lo, o que viabilizou a vinda de Francesca Giobbi, no dia 24, para uma palestra. De acordo com a coordenadora de Marketing, Denise Rosa, “a Cocamar apoia o desenvolvimento sustentável em suas diversas formas. Uma delas é a criação de produtos como o Fio Sustentável, feito a partir da reciclagem de garrafas PET e respeitando as boas práticas de fabricação. Por isso, não poderia deixar de participar da Fashion Revolution Week”.

Reconhecida como importante centro industrial na área de confecções, Maringá recebeu a Fashion Revolution Week pela primeira vez. O evento, sem fins lucrativos, foi aberto à comunidade.

FIOS - Cerca de 10% da produção de fios têxteis da Cocamar, que totalizou 7,2 mil toneladas em 2017, são sustentáveis, ou seja, o produto final de um processo de reciclagem de dezenas de milhares de embalagens PET a cada mês. Depois de recolhidas pelos catadores, as mesmas são trituradas e a fibra é adquirida pela cooperativa para a elaboração de fios – usados na indústria de confecções em geral.