Notícias

Voltar

Dia de Cooperar produz 23 mil fraldas geriátricas

02.07.2018

Reunidos na manhã de sábado (30/6) na Associação Cocamar em Maringá (PR), mais de 600 colaboradores voluntários representando sete cooperativas, participaram de uma ação solidária do Dia de Cooperar. Na oportunidade, em apenas 1 hora e 40 minutos foram produzidas 23 mil fraldas geriátricas para doação a três entidades assistenciais da cidade.

Promovido anualmente nesta época, como parte das comemorações do Dia Internacional do Cooperativismo, o Dia de Cooperar, também chamado de Dia C, contou com mais de uma centena de realizações solidárias no Paraná que mobilizaram milhares de colaboradores voluntários e, em muitos casos, também os seus familiares.

SEGUNDO ANO - Em Maringá, os trabalhos foram coordenados pela Casa das Fraldas São José, de Campo Mourão, que há anos se dedica a trabalhos assim. A proposta de produzir fraldas geriátricas aconteceu pelo segundo ano consecutivo na cidade, alcançando o objetivo de superar os números de 2017, quando o Dia C registrou a elaboração de 20 mil unidades. Participaram representantes das cooperativas Cocamar, Sicredi, Sicoob, Unimed, Uniodonto, Unicampo e Pluricoop.

AMOR AO PRÓXIMO - Ao pronunciar-se na abertura dos trabalhos, o presidente da Cocamar, Divanir Higino, destacou que o evento do ano passado foi destaque nacional, resumindo “uma demonstração de amor ao próximo, em que as pessoas doam parte de seu dia para fazer o bem a quem muito precisa”. O vice-presidente José Cícero Aderaldo e o superintendente de Operações, Osmar Liberato, além de vários gerentes e cerca de 200 colaboradores, também marcaram presença. Compareceram dirigentes das demais cooperativas e o Sistema Ocepar foi representado pelo seu coordenador de desenvolvimento humano, Humberto Bridi.

DEMANDA - Marta Kaiser, presidente da Casa das Fraldas São José, explicou que as cooperativas adquiriram os materiais e, nos últimos dois meses, cerca de 200 voluntários de Campo Mourão trabalharam no recorte das fraldas para que fossem finalizadas numa sequência em série, em Maringá. “Cada idoso ou pessoa com deficiência, atendida em entidades, demanda geralmente cinco fraldas por dia”, comentou. Toda a produção será destinada nesta segunda-feira (2/7) ao Lar dos Velhinhos, Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e Promoção do Voluntariado Paranaense (Provopar).