Notícias

Voltar

Cooperado pode pagar apartamento com grãos

17.08.2018

Ao unirem-se na mesma iniciativa que tem como foco a comercialização de apartamentos em edifícios recém-concluídos ou em fase final de construção, sete incorporadoras de Maringá estão oferecendo aos cooperados da Cocamar a oportunidade de adquirirem o seu imóvel em condições facilitadas.

EM GRÃOS – Após entendimento com a cooperativa, as empresas Catamarã, Ciplart, Design, Engeblock, Expansão, Tradição Imóveis e Wegg-CCII, desenvolveram um formato ainda pouco explorado de negócios, que inclui o pagamento em grãos (soja e milho).

EVENTO - Nesse sentido, para oferecer seus produtos diretamente aos cooperados, as incorporadoras promovem nos dias 27 e 28 deste mês, das 8 às 17h30 no Auditório Cocamar-Sicredi em Maringá, o evento denominado Oportunidades de Negócios. O espaço, que fica ao lado da Unidade Maringá, no parque industrial da cooperativa, funcionará como uma pequena feira.

VANTAGENS - O diretor da Engeblock, Paulo Pereira Lima, explica que a realização traz uma série de vantagens aos produtores. A primeira delas é que será concedido um valor adicional de 10% sobre o preço de lousa da soja e do milho, em uma eventual negociação com pagamento em produto. “O cooperado pode quitar com soja ou milho que já tem em estoque na cooperativa ou, se necessário, utilizar uma parte da safra de soja 2018/19, travando o pagamento restante para maio de 2019”, comentou Lima.

MORAR MELHOR - Segundo ele, estão sendo oferecidos apartamentos novos, modernos, com área de lazer e a preços a partir de R$ 180 mil. “É a chance para quem quer morar melhor ou comprar um imóvel para investimento”, diz. E lembra que se o cooperado não quiser efetuar o pagamento em soja, poderá recorrer a financiamento normal.

COMPETITIVOS - Outra vantagem, de acordo com Lima, é que como vários dos edifícios já estão concluídos, os preços dos imóveis se tornam mais competitivos, uma vez que não embutem os recentes aumentos das matérias-primas ocasionadas pela elevação do dólar.