Notícias

Voltar

Cocamar projeta faturar R$ 4,7 bi em 2019

15.07.2019

A Cocamar faturou R$ 2,4 bilhões no primeiro semestre e, até o final do ano, projeta chegar a R$ 4,7 bilhões. O número é abaixo do orçado, de R$ 5,2 bilhões, mas acima dos R$ 4,5 totalizados em 2018.

REUNIÕES - Essa e outras informações estão sendo levadas por dirigentes da cooperativa aos produtores cooperados em reuniões semestrais de prestação de contas do exercício até aqui e para tratar de vários outros assuntos. Os eventos, que começaram dia 4 e terminam na segunda-feira (15), compreendem 51 municípios dos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

FATOR CLIMA - No encontro com cooperados de Maringá na tarde de quarta-feira dia 10, o presidente Divanir Higino lembrou que os severos problemas climáticos que castigaram as lavouras de soja no ciclo 2018/19 nas regiões da cooperativa, reduziram a produção e afetaram o faturamento. Para uma previsão inicial de receber 1,750 milhão de toneladas do grão, o montante fechou em 1,300 milhão, pouco abaixo do registrado na safra anterior (2017/18), de 1,332 milhão de t. Já o volume de milho de inverno é estimado em 1,403 milhão de t, lembrando que em 2018, quando a cultura também foi seriamente prejudicada pelo clima seco, o recebimento somou 736 mil t. A expectativa em relação ao recebimento de trigo era de 80 mil toneladas, mas as recentes geadas devem diminuir essa quantidade. Por fim, as entregas de laranja são calculadas em 5,1 milhões de caixas de 40,8 quilos e as de café em 58 mil sacas beneficiadas.

INSUMOS - No primeiro semestre, o fornecimento de insumos foi de R$ 1 bilhão e a projeção até o final de dezembro é atingir R$ 1,5 bilhão, mantendo assim uma escala de forte crescimento que já vem de vários anos seguidos. Em 2016, para se ter ideia, o faturamento desse setor foi de R$ 1 bilhão.