Notícias

Voltar

Reynaldo Costa é homenageado pela Câmara Municipal

07.11.2019

O nome do gráfico, designer, artista plástico e um dos mais antigos colaboradores da Cocamar Reynaldo Costa foi eternizado na manhã desta terça-feira (5) na Câmara Municipal. O projeto de lei que determina que a rotatória de acesso ao Complexo Industrial da Cooperativa tenha o nome do artista plástico foi aprovado por unanimidade.

O projeto é de autoria de Sidney Telles. Na ocasião, familiares e amigos de Reynaldo se emocionaram com a homenagem e as palavras do vereador.

HISTÓRIA: Casado com Laura, pais de três filhas e avô de vários netos, Reynaldo, seus pais e irmãos deixaram a terra natal, São Sebastião do Paraíso (MG), em 1951, para serem pioneiros em Maringá. Nessa época, a cidade paranaense que ainda distrito de Mandaguari estava prestes a se tornar município.

Com seu talento para o desenho, a pintura e as artes gráficas, seo Reynaldo não se tornou apenas um profissional reconhecido, mas deixou seu nome eternizado na história de Maringá. No começo dos anos 1960, venceu um concurso instituído pela Prefeitura para a criação do brasão e da bandeira do município, trabalho que fez também para várias outras cidades do Paraná e do Brasil. Ao mesmo tempo, saíam de sua prancheta dezenas de logotipos encomendados por empresas e instituições, entre os quais o da Universidade Estadual de Maringá (UEM). Por muitos anos, ele ficou responsável por elaborar manualmente, com impressionante riqueza de detalhes que seguiam à risca as diretrizes da arte de desenvolver brasões, da qual era estudioso, as honrarias propostas pela Câmara de Vereadores.

A história da Cocamar se cruza com a história de Reynaldo. Sempre educado, gentil e atencioso com quem o procurasse, foi o responsável também, durante décadas, pela criação de dezenas de logotipos, como o que simbolizou os 50 anos da cooperativa, em 2013. Mas um de seus maiores legados, que igualmente o eternizam na história da organização, é o Acervo Histórico.

Com muito cuidado e um capricho exemplar, Reynaldo mandou digitalizar todas as publicações disponíveis desde o início da cooperativa, assim como produtos audiovisuais, tendo também reunido e catalogado milhares de fotos, documentos, impressos, objetos, ferramentas e equipamentos. Graças ao trabalho de Reynaldo Costa, o Acervo da Cocamar é considerado um dos mais completos do cooperativismo brasileiro.