Notícias

Voltar

Leonardi, uma referência em alta produtividade

28.01.2020

Morador no distrito de São Martinho, em Rolândia (PR), o produtor Vanderlei Leonardi tem conseguido uma média de produtividade de soja, nos últimos anos, sempre acima de 68 sacas por hectare. Na medida em alqueire (2,42 hectares), comum no norte do estado, isto equivale a 165 sacas – uma quantidade de encher os olhos de qualquer agricultor.

Mas foi justamente no difícil ciclo 2018/19, marcado por graves problemas climáticos, que Leonardi atingiu o seu melhor desempenho no sítio de 53,2 hectares. Nesse ano complicado, ele obteve a espetacular média de 77,6 sacas/hectare, tendo alcançado o pico de 88,4 sacas – números que, em alqueire, correspondem, respectivamente, a 188 e 214 sacas de média.

VENCEDOR - Levando em conta que a média geral na região da Cocamar – bastante castigada pela seca – foi de apenas 33 sacas/hectare, o produtor de São Martinho não apenas surpreendeu, como levou o primeiro lugar no 8º Concurso Cocamar de Produtividade, categoria Geral. O prêmio, uma viagem para os Estados Unidos, foi realizada em agosto do ano passado.

Em seu trabalho, Leonardi, de 70 anos, conta com a parceria do filho Damilo nas operações rotineiras da roça e também o apoio eventual de outro filho, Rodrigo, profissional especializado no ramo de carnes e derivados – São Martinho, afinal, é famoso pela qualidade dos seus embutidos.

MEIO CAMINHO ANDADO - “É preciso fazer tudo com amor”, diz o produtor, intrigando quem esperava por uma resposta mais técnica. Ele explica, com sua singeleza: “Sempre falo para o meu filho que precisa ter amor no que se faz. Se tiver amor, é meio caminho andado.”

O sucesso de Leonardi, claro, advém de um conjunto de fatores. Ele é daqueles que capricham no manejo no solo - argiloso e de alta fertilidade – na adubação e no plantio. E segue à risca tudo o que o agrônomo da Cocamar recomenda. No ano passado, enquanto a região toda sofria com a seca, uma chuva de 100 milímetros banhou o seu sítio, assegurando a alta produtividade na reta final. Sorte? Sem dúvida, mas apenas ela não faz o resultado que o produtor tem apresentado todos os anos.

“O seu Vanderlei é um dos nossos melhores cooperados, sem dúvida”, comenta o agrônomo Renan Zanzarini, da unidade da Cocamar em Jaguapitã, a 15 quilômetros, onde o produtor é cooperado.

CONHECIMENTOS - Seguir a orientação técnica é tão importante quanto participar de dias de campo e outros eventos técnicos promovidos pela cooperativa. São nessas ocasiões que agricultores interessados como Leonardi aproveitam para aprimorar conhecimentos. Independente disso, com a experiência de seus 70 anos, o produtor de São Martinho é um especialista em soja, conhecedor de todos os detalhes e caminhos que levam ao sucesso, o que também acontece no período de inverno, quando se dedica a produzir milho – alcançando a apreciável média de 103,3 sacas por hectare

Agora, na expectativa de efetuar a colheita de soja no início de março, seu palpite, olhando a beleza da lavoura repleta de vagens em granação, é beirar as 80 sacas por hectare de produtividade, em média. Ainda não tem nada garantido, mas pode estar vindo por aí outra marca campeã.


O RALLY - Na segunda-feira (27/1) Leonardi recebeu a visita do Rally Cocamar de Produtividade, que tem a finalidade de conhecer as boas práticas agrícolas. Patrocinam o circuito as seguintes empresas: Basf, Spraytec, Sicredi União PR/SP, Zacarias Chevrolet (principais), Sancor Seguros, Texaco, Cocamar TRR, Elanco e Altofós Suplemento Mineral Cocamar (institucionais), com apoio do Cesb, Aprosoja-PR e Unicampo.