Notícias

Voltar

Pré-assembleia tem 1.612 cooperados conectados

27.01.2021

Com 1.612 cooperados participantes, a Cocamar Cooperativa Agroindustrial promoveu na manhã de terça-feira (26) o primeiro dia de reunião pré-assembleia no formato virtual, que começou às 8h30 com uma saudação do presidente do Conselho de Administração, Luiz Lourenço, e terminou por volta de 10h30 após o presidente executivo Divanir Higino e o vice-presidente executivo José Cícero Aderaldo responderem a um grande número de perguntas sobre temas como investimentos, assuntos relacionados ao dia a dia da cooperativa e outros.

Informações - “Ficamos muito satisfeitos com a intensa participação dos cooperados”, destacou Higino, ressaltando que a cooperativa soube se adaptar a essa nova forma de comunicação que foi alavancada pela pandemia do novo coronavírus. “Uma de nossas funções é levar informações com transparência aos cooperados e o modelo virtual está correspondendo às expectativas, pela comodidade que oferece”, disse o presidente executivo.

Prestação de contas - O conteúdo da reunião de terça-feira contemplou uma prestação de contas do exercício, com a apresentação de números recordes de recebimento de safras, faturamento de insumos, do varejo e do Grupo Cocamar. “O ano de 2020 foi muito especial para a Cocamar, em que praticamente todos os nossos objetivos foram alcançados”, citou Aderaldo, lembrando que apenas a produção de laranja – devido a forte quebra de produtividade dos pomares, causada por problemas climáticos – ficou abaixo do previsto.

Quarta e sexta - Na quarta-feira (27) a reunião pré-assembleia continua com informações sobre o atual momento do mercado e as projeções para os próximos meses, a partir das 8h30. A Assembleia Geral Ordinária (AGO) de prestação de contas de 2020 está programada para sexta-feira (29) em última chamada às 10h. Tudo no formato virtual.

Planejamento Estratégico - Durante a apresentação de terça-feira, Divanir Higino observou que um dos pilares do novo Planejamento Estratégico – revisado para o ciclo 2020/25 – tem como foco aumentar a produtividade e a renda dos cooperados, com ênfase especial a iniciativas como o incentivo à produção de trigo branqueador, carnes (por meio do programa de produção de novilho precoce premium) e o programa de renovação sustentável, que consiste da reforma de áreas de canaviais com soja em parceria com usinas e também de renovação de pastagens degradadas, entre outros. “A palavra é a segurança e o fortalecimento, cada vez mais, do relacionamento com os cooperados”, frisou.