Bem-Vindo, ao Jornal Cocamar!

Encontro debate o avanço tecnológico no agro

“O conhecimento não tem limite, é grande a velocidade da criação de novidades para tornar mais eficiente o trabalho no campo, o desafio é absorver a informação”. Com esta frase instigante, o presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, abriu na manhã de sexta-feira (dia 27/5), na Unidade de Difusão de Tecnologias (UDT) em Floresta, região de Maringá, um encontro tecnológico promovido pela cooperativa e a Cocamar Máquinas, concessionária John Deere, que reuniu cerca de 200 participantes, em sua maioria profissionais da área técnica de todas as unidades de atendimento.

Indispensável – Transferir tecnologias aos produtores é um trabalho realizado quase que exclusivamente pelo cooperativismo, ressaltou Lourenço, lembrando que quando a Cocamar começou a atuar na região oeste paulista, por exemplo, os agricultores estavam completamente desassistidos. “Temos que passar para eles todo o conhecimento possível”, disse, frisando que com o rápido avanço tecnológico, a conectividade assegura competitividade e gera riqueza. “Estamos na era digital, os produtores precisam de informações e [falando aos técnicos] vocês são o ponto de contato com eles”, arrematou.

A primeira reunião – O superintendente de Concessionária, Arquimedes Alexandrino, destacou ser a primeira reunião envolvendo os profissionais da cooperativa e da Cocamar Máquinas, só não promovida antes em razão das restrições impostas pela pandemia.

Recursos – Ele afirmou que os equipamentos, hoje em dia, oferecem muitos recursos que nem chegam a ser utilizados pelos produtores. “Nos eventos realizados pela John Deere não se fala mais em máquinas e, sim, nos seus diferenciais, como a captação de informações de campo”, observou, citando que a John Deere não quer mais ser conhecida como uma empresa de máquinas, que vende ferro, mas uma empresa de tecnologias.

Excelência – Segundo Alexandrino, está havendo uma transformação muito intensa e, há algum tempo, atento ao futuro do setor, Bill Gates adquiriu 10% das ações globais da John Deere. Nesse contexto, como a Cocamar presta serviços aos produtores, a venda de insumos precisa ser feita com excelência, na quantidade precisa: “tem que fazer tudo bem feito”.

Diferencial – O superintendente mencionou ainda que ao contar com a concessionária, a Cocamar passou a apresentar um diferencial técnico, uma vantagem competitiva perante a concorrência. “Vamos usar a informação gerada pelas máquinas para fazer uma recomendação adequada e absolutamente confiável aos produtores”, disse.

Uma corrida – Alexandrino complementou que a corrida em busca de tecnologias, por parte dos produtores, chega a surpreender: “em uma semana, vendemos 250 pacotes de conectividade”, mencionando ter havido forte impulso, também, na comercialização de projetos de linha. “É preciso conhecer todos os dados e informações para, a partir daí, aumentar a rentabilidade dos produtores, ou seja, usar as ferramentas para uma transferência eficaz de tecnologias”.

Para Bruno Guidi, gerente corporativo de Agricultura de Precisão da concessionária, eventos assim “são oportunos para a atualização dos profissionais e para que sejam assertivos nas suas recomendações aos produtores, orientando-os nesse cenário em constante transformação”.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on telegram
Share on tumblr

Artigos Relacionados

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao usar este site você concorda com nossos Política de Proteção de Dados.

Links Úteis

Institucional

SOCIEDADE RURAL DO PARANÁ
www.srp.com.br
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ
 
BNDES
 
FLAMMA

Bioenergia / Turismo

RETUR (REDE DE TURISMO REGIONAL)
www.retur.com.br
 

Agricultura

 
SECRETARIA DE AGRICULTURA
E ABASTECIMENTO (SEAB)
 
EMATER

Central de Atendimento

Contato: André Bacarin

    Acesse o mapa para ver nossa localização