Bem-Vindo, ao Jornal Cocamar!

Cocamar e Embrapa apresentam resultados do SuperSolo

Como parte do projeto SuperSolo, conduzido há quatro anos por meio da parceria entre Cocamar e Embrapa Soja, os resultados das avaliações realizadas na safra 2021/22 em propriedades de produtores cooperados nos municípios de Floresta, Ivatuba, Doutor Camargo e São Jorge do Ivaí, vão ser apresentados durante reunião nesta terça-feira (2/8) em Maringá por dois pesquisadores daquela instituição, Henrique Debiasi e Júlio Franchini.

Participação – Além de técnicos da cooperativa, o evento programado para começar às 9h no auditório Cocamar-Sicredi, ao lado da Unidade Maringá, contará com a presença de produtores que foram visitados naqueles municípios. O objetivo é conhecer a qualidade do solo e possibilitar, ao longo dos anos, uma visão geral da realidade nas regiões noroeste e norte do Paraná. Conforme explica o gerente técnico da cooperativa, Rafael Furlanetto, as avaliações são necessárias para que, a partir de um diagnóstico, se possa orientar os produtores quanto aos fatores que vêm limitando a produtividade das lavouras.

A parceria que começou no ciclo de verão 2018/19 e prosseguiu na temporada 2019/20, foi interrompida na safra 2020/21 por causa da pandemia e retomada no período 2021/22.

Foram 17 áreas no primeiro ano, 24 no segundo e 24 no terceiro, segundo que as avaliações compreendem infiltração de água no solo em diferentes sistemas de manejo, diagnóstico rápido das estruturas de solo, fertilidades química e biológica (enzimas), qualidade e quantidade de cobertura proporcionada pela palhada, análise para quantificação de espécies de nematoides e determinação de índices de vegetação no talhão. 

No ciclo 2021/22 o programa passou a contar com o envolvimento da Itaipu Binacional, interessada em fortalecer a conscientização dos produtores quanto a conservação dos solos e águas. Por isso, o programa foi ampliado e, além da Cocamar, tem a participação de cooperativas de outras regiões do estado.

Na safra 2021/22 e nas duas seguintes (2022/23 e 2023/24) vão ser avaliados 37 talhões nas regiões norte, central, noroeste e oeste do estado, incluindo duas microbacias nos municípios de Toledo e Iporã.

Compartilhar:
Share on facebook
Share on twitter
Share on google
Share on telegram
Share on tumblr

Artigos Relacionados

gdpr-image
Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao usar este site você concorda com nossos Política de Proteção de Dados.

Links Úteis

Institucional

SOCIEDADE RURAL DO PARANÁ
www.srp.com.br
 
GOVERNO DO ESTADO DO PARANÁ
 
BNDES
 
FLAMMA

Bioenergia / Turismo

RETUR (REDE DE TURISMO REGIONAL)
www.retur.com.br
 

Agricultura

 
SECRETARIA DE AGRICULTURA
E ABASTECIMENTO (SEAB)
 
EMATER

Central de Atendimento

Contato: André Bacarin

    Acesse o mapa para ver nossa localização